sexta-feira, 8 de junho de 2012




















Quero abrir os olhos e encontrar tudo mudado,
Quero ver ter ao meu lado,
Sentir o seu cheiro pela primeira vez
Tocar a sua pele,
Sentir a sua textura,
Olhar nos seus olhos
E vê onde eles podem me levar
Pegar na sua mão
E caminhar sem rumo,
Sem prumo,
Me perder em seus braços,
Me afogar em seus beijos,
Tocar o seu corpo
E quem sabe sentir o seu gosto.
Não sei,
Se ao fechar os olhos
Ainda a terei aqui
Pertinho de mim
Como sempre está em meus pensamentos.

Um comentário:

* disse...

ADOOOOREI !
Essa poesia é DIVINA !
Linda como a vida !